Existe energia negativa­­?

Será que existe de fato essa polaridade – positiva & negativa – quando se trata de energia? Quando se trata de Práticas Energéticas?

O assunto é polêmico. E quem me conhece sabe que eu não fujo de uma polêmica porque eu considero a polêmica muito importante ao debate, ao plano das ideias e porque não dizer, ao próprio intelecto, e expandir o intelecto é também uma forma de expandir a nossa consciência.

Então, vamos a reflexão. Existe energia negativa? Eu vou deixar aqui a minha opinião, o meu ponto de vista, baseado nos meus estudos de Práticas Energéticas ao longo dos anos.

É um tema delicado

O que se sabe atualmente, através da ciência, principalmente através da Física Quântica, é que tudo é feito de energia. A matéria é feita de energia, matéria é energia condensada… Portanto, não faria sentido algum dizer que “tal matéria é positiva, ou tal matéria é negativa”… Você não escuta isso. A energia é energia, simples assim, energia é energia. Energia é neutra.

O que acontece é que esse assunto se estende e se cria um debate quase interminável sobre o assunto. Por uma simples razão: Existe uma cultura espiritual muito forte, impregnada de crenças. O simples fato de existir uma cultura espiritual é maravilhoso. Ela nos possibilita ter mais abertura para o entendimento e a prática espiritual.

São muitas as vantagens de se ter uma vasta cultura espiritual (Mas quando essa cultura espiritual, adentra o misticismo e reliogidades) surgem algumas desvantagens. Como por exemplo, o estabelecimento de dogmas.

Expansão da consciência

A meu ver, dogmas são extremamente nocivos a qualquer prática de uma espiritualidade mais aberta, mais ampla, mais consciente. E por dogmas, entende-se algo estabelecido como verdade indiscutível, imutável, a tal “verdade absoluta”. E tem uma passagem do Nietzsche que diz: “Eu duvido de qualquer ser que ande de mãos dadas com a verdade absoluta.”

Portanto, a espiritualidade, no meu entendimento, tem de vir acompanhada com a expansão da consciência, e a consciência, numa visão sistêmica, numa visão holística inclui tudo. A consciência abarca tudo. De maneira que não cabe excluir ou julgar se é negativo ou positivo.

Quantas situações acontecem (e situações são permeadas de energia) onde aparentemente são situações desastrosas, situações que num primeiro momento parecem bagunçar a nossa vida, mas que tempos depois, foram verdadeiras bençãos pro nosso desenvolvimento, pro nosso caminhar.

Tem aquela máxima: “Ah, eu fui despedido!” Despedido não! Você foi é promovido! Agora, cabe a você ter a sensibilidade para perceber como cada acontecimento está favorecendo o seu crescimento e a expansão da sua consciência. Eu acredito que para aquele que está disposto a evoluir, não há perdas… há apenas aprendizados.

Dentro dessa ótica, então, como podemos julgar se determinada energia é negativa ou não?

Por isso que quando trabalhamos com Práticas Energéticas nós não devemos nunca julgar a energia que chega até nós; se a energia é assim ou assado…. O que importa? O que devemos de fato fazer é acolher essa energia e ressignificá-la. Porque no momento em que a gente julga, a gente polariza… e quando a gente polariza, a gente separa, a gente dilacera, a gente enfraquece toda aquela energia que é energia pura e simples, que chegou até nós.

Então, temos que entender de uma vez por todas que a energia é neutra. O que faz a energia ser assim ou assado é a sua interpretação daquela experiência energética.

Psiquismo

E vou além; o que determina se a energia é positiva ou negativa é o seu psiquismo. O que determina se a energia é positiva ou negativa é como você codifica aquela energia, é o significado que você dá àquela energia.

Ao polarizar a energia que vem do Todo ( a energia que é o Todo, e tudo que isso é) você enfraquece o seu poder energético. Em suma: O julgamento, polariza; a polaridade separa; a separação é exclusão e a exclusão enfraquece a energia ao seu redor.

Não deve haver julgamentos para quem trabalha com Práticas Energéticas. O julgamento polariza. E a polaridade é uma grande ilusão. Na nossa percepção dimensional aqui nesse planeta, nós temos a impressão de que tudo está separado, mas não está.

Está tudo junto e misturado

Recentemente, no último século, a teoria da Relatividade nos mostrou que o Tempo e Espaço estão juntos e inseparáveis, o que dirá o resto da natureza. Está tudo junto e misturado. Nós é que temos essa percepção extremamente polarizada de tudo…

E digo mais, essa percepção dimensional é correta. Vivemos, sim, numa dimensão extremamente polarizada. É fato. E essa polaridade nos serve para fazer com que as coisas aqui no planeta aconteçam. É o que nos move, e a consciência precisa disso… A consciência precisa dessa força motriz. Somos impelidos a evoluir. Não há expansão da consciência sem a experiência. E não há experiência sem a convivência.

Existe um ditado africano que diz: “Quer ir rápido? Vá sozinho. Quer ir longe? Vá acompanhado.” Nós somos seres sociais. E é, justamente, através da convivência que nós crescemos. Portanto, a exclusão, a segregação, não favorecem em nada a expansão da consciência.

Embora, dentro da nossa percepção dimensional, a existência de um mundo extremamente polarizado, seja um fato, a polaridade, sob a ótica holística e sistêmica é uma ilusão; “Os opostos se tocam” afirma uma das Leis Herméticas oriundas da sabedoria do Antigo Egito. O frio e o quente são apenas medidas da temperatura. Não há em termômetro algum a indicação de onde começa calor e onde termina o frio, ou vice-versa. O claro e escuro também são ambas manifestações da luz. O amor e o ódio são diferentes graus de um sentimento. Tudo tem a sua medida. E tudo, absolutamente tudo, são manifestações do Todo.

As leis herméticas

Seguindo os princípios herméticos, portanto, não há positivo, nem há o negativo… são apenas diferentes escalas, diferentes pontos de vista. Diferentes pontos e medidas de um mesmo todo.

E para que a gente possa caminhar para uma conclusão (se é que podemos concluir algo de um tema tão vasto e complexo) eu gostaria de enfatizar a todos que trabalham com Práticas Energéticas, seja a técnica que for, a importância de fugir de tudo que nos separa, de toda exclusão, de todo o julgamento, de toda a polaridade.

É, sem dúvida, uma tarefa não muito simples, mas extremamente necessária para desenvolver nossa sensibilidade e poder energético. São atitudes que mantêm nossa energia coesa ao nosso redor. Evita qualquer desperdício e evasão de energia vital. Faz com que mantenhamos a sintonia com o Todo e a energia Rei, a energia oriunda do Universo, que no fundo é energia… Queira ou não queira é energia simplesmente, que tudo inclui e nada julga.

E você? O que você acha? Adoraria ouvir a sua opinião sobre o assunto.

Deixe aqui seus comentários.

Caso tenha gostado e tenha alguém que possa se interessar, compartilhe esse conteúdo que poderá, quem sabe, ajudar quem está trabalhando técnicas de Práticas Energéticas?

Eu me chamo Marcelo Madeira e estou a sua disposição para qualquer eventual dúvida.

Siga-nos nas redes sociais para acompanhar nossos artigos sobre Filosofia Sistêmica.

Esse artigo virou podcast, confira.

2 comentários sobre “Existe energia negativa­­?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s