O filho do Boto cor-de-rosa

O Teatro de Holograma traz uma entrevista muito interessante da ativista ambiental e cultural, a escritora Alexandra Magalhães Zeiner falando do seu livro O filho do boto cor de rosa!

Alexandra Magalhães Zeiner iniciou sua carreira literária em 2011, quando foi publicado seu primeiro livro infanto-juvenil bilíngue, O filho do boto cor-de-rosa, pela editora americana Educa Brazil.

A mesma editora publicou outros títulos bilíngues da autora: A menina e a onça-pintada, Preces à Mãe Terra e Mamãe, quero ser vegetariano. A editora Gira Brasil publicou seu primeiro poemàrio Sobrevivente em trȇs idiomas.

No Brasil a Sangre Editorial publicou: Incondicionalmente Eu, parte da Coleção 32. Coordena as antologias Mulheres pela Paz e assina autoria da única coletânea bilíngue do Mulherio das Letras do Brasil.  

A autora também é Embaixadora da Paz pelo Cercle Universel des Ambassadeurs de La Paix – Suisse / France (CUAP), o qual vem representando em diferentes eventos oficiais na África (Egito e Marrocos) e Europa (Alemanha, Áustria, Liechtenstein e Luxemburgo).

Em 2017 fundou a associação sem-fins-lucrativos Mulheres pela Paz – Frauen für Frieden e.V.. Autora de diversos livros bilingues no exterior. Representante da Rede de Escritoras Brasileiras (REBRA) e da Conexão Brasil-Alemanha em Augsburg.

Nos anos 90 trabalhou em projetos ambientais, sendo agraciada com uma bolsa de estudos para o mestrado na Memorial University of Newfoundland, Terra Nova, Canadá. Residiu também na Áustria, Croácia, Holanda, e atualmente mora em Augsburg, cidade da paz no sul da Alemanha.  

Em 2014 foi nomeada Embaixadora da Paz pelo Cercle Universel des Ambassadeurs de La Paix – Suisse / France (CUAP), o qual vem representando em diferentes eventos oficiais na África (Egito e Marrocos) e Europa (Alemanha, Áustria, Liechtenstein e Luxemburgo).

Em 2017 fundou a associação sem-fins-lucrativos Mulheres pela Paz – Frauen für Frieden e.V.. Desde 2016 representa a Conexão Brasil-Alemanha em Augsburg.

O Episódio abaixo é do podcast Universo Candura e retransmitido aqui no Podcast Network Teatro de Holograma – Fatos históricos, filosofia, ciência e espiritualidade.

Descubra nossas Narativas Sonoras!

Teatro de Holograma!

Fatos históricos, filosofia, ciência e espiritualidade

Uma mulher jovem e bonita, com um vestido preto decotado, permanecia impassível junto ao corpo. Repentinamente atirou-se por cima do caixão aos prantos a ponto de ter de ser arrancada pelos familiares presentes. Cogitei mesmo se a tal mulher não seria amante do falecido. Audio Drama 🎙🎧Texto, Narração & Sonoplastia de Marcelo Madeira https://teatrodeholograma.com/
  1. O velorio
  2. O caso Travis Walton
  3. Sogras & Noras
  4. A Lenda do Guarana
  5. Conto de Natal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s